Cirurgia Odontológica

Cirurgia odontológica e enxerto ósseo

O nosso corpo vive em constante movimento depositando novas células ósseas e removendo as antigas. No caso do osso que suporta os dentes, esse processo pode ser tanto útil como prejudicial. Por exemplo, se a adaptabilidade do maxilar permitir, um ortodontista, por meio de um aparelho, pode mover os dentes para uma posição melhor, mas se o caso for de perda de um dente, as alterações ósseas resultam em consequências graves.

Felizmente, com as técnicas modernas de enxerto ósseo, o que foi perdido pode ser construído novamente. O enxerto ósseo é um procedimento cirúrgico que normalmente é realizado no consultório odontológico. Uma incisão é feita na gengiva para obter acesso ao osso por baixo dele e, em seguida, o material de enxerto é adicionado.

O material do enxerto pode vir de seu próprio corpo. Esse material  vem em uma variedade de formas: em pó, em grânulos, massa ou de um gel que pode ser injetado através de uma seringa. O enxerto, que geralmente é coberto por uma membrana de colágeno para a reparação óssea ideal, vai agir como uma ponte para que seu corpo construa um novo osso.

Dental help protection as a medical dentistry concept with a white molar tooth being saved by a lifesaver or lifebelt as a metaphor for fighting against tooth decay and rescue from cavities on an ocean storm background.

Uso dos enxertos ósseos

Os enxertos ósseos são utilizados em odontologia para atingir os seguintes metas resultados:

  • Salvando dentes – Quando a doença periodontal severa provoca a perda óssea, dentes podem tornar-se soltos e têm risco de serem perdidos. A fim de salvá-los, o osso em torno deles pode ser regenerado através de enxertia, isso aumenta suporte ósseo e ajuda a mantê-los no lugar.
  • Extrações de dentes – As extrações, ou exodontias, são técnicas cirúrgicas de remoção dos dentes em casos em que os mesmos não podem mais ser reparados, como por exemplo, com restaurações ou próteses. Nesses casos, os dentes são removidos e devem ser repostos. Uma maneira de se fazer essa reposição é com os implantes dentários.
  • Implantes dentários – Implantes dentários são suportes ou estruturas de metal (normalmente de titânio) posicionadas cirurgicamente no osso maxilar abaixo da gengiva para substituir as raízes dentárias. Uma vez colocados, permitem ao dentista montar dentes substitutos sobre eles.Se você já apresenta perda óssea, o enxerto pode ajudar a regenerar o osso suficiente para colocar o implante com sucesso.

Extrações de Dentes

O principal objetivo da odontologia é preservar os dentes naturais e mantê-los saudáveis por o maior tempo possível. Há momentos, no entanto, que não há outra opção e um dente deve ser extraído. E isso pode ter uma variedade de razões.   Por exemplo, uma cárie muito profunda no dente; uma infecção que destruiu uma grande porção do dente ou do osso adjacente ou falta de espaço suficiente. Esse procedimento não deve ser temido quando feito por uma mão experiente.

Tenha em mente que um dente não é rigidamente fixado em seu osso circundante, como alguns podem imaginar, na verdade, está ligado ao osso por meio de uma rede de fibras que formam o ligamento periodontal. Ao manipular cuidadosamente o dente, estas fibras podem ser rompidas e o dente libertado sem muita dificuldade.

single tooth implant

Fale Conosco

Color Skin

Nav Mode